Beit El Shamah ®. Todos os Direitos Reservados.

+55 (21) 2490-2427 

PURIM

Anualmente em 14 de Adar a Festa de Purim é celebrada. Nossa maior atenção nesta data é pela celebração da salvação concedida pelo Eterno ao povo judeu na antiga Pérsia, quando um homem extremamente perverso chamado Hamam, o agagita, buscou a eliminação do povo judeu através de uma ardilosa trama e teria conseguido não fosse a intervenção do Eterno.

No 4º século AEC, o Império Persa estendia-se por 127 países e todos os judeus estavam dentro de suas províncias. A história é contada no livro de Ester. esta história começa com a deposição da rainha Vasti, por desobedecer a um chamado do rei Achashverosh. Um esquema foi organizado para que uma nova rainha fosse escolhida dentre as moças de todo o império. Ester, uma moça judia, foi a escolhida, mas manteve oculta sua real nacionalidade e seu verdadeiro nome.

Foi nesta época que um homem que respirava antissemitismo foi elevado ao cargo de primeiro ministro e todos deveriam prostrar-se diante dele. E todos o faziam com exceção de Mordechai, líder dos judeus e primo de Ester. tal atitude foi recebida por Hamam como afronta e a partir daí um meio passa a ser buscado para destruir não só Mordechai, mas também a todo o seu povo. 

Uma data foi escolhida; 13 de Adar.

Mordechai reunindo todo o povo o conclamou a um grande movimento de arrependimento e jejum, a fim de que o decreto fosse removido e aos judeus fosse dado o direito de defender-se de seus inimigos. 

No dia 13 de Adar, aqueles que esperavam ver a destruição do povo judeu, surpreenderam-se com a mão do Eterno virando o jogo totalmente. Os inimigos foram destruídos e no dia 14, os judeus descansaram e celebraram.