Transformando o Mal em Bem

A TESHUVA TRANSFORMA O MAL EM BEM, mas existe um mecanismo para que este processo seja ATIVADO.

A LIÇÃO SOBRE PESSACH SHENI (o segundo Pêssach):

O Pêssach Sheni, segundo os sábios, representa a força da Teshuvá que tem o poder de transformar o mal praticado no passado em bem.

Mas, como ocorre isto e qual é o mecanismo para que isto seja bem sucedido? A Teshuvá em si é conhecida por aquele momento em que uma pessoa se arrepende do mal que está praticando e quer retornar ao ETERNO. Mas, na verdade, este é apenas o primeiro passo da Teshuvá, que dá início a um processo de transformação do mal praticado no passado em bem. Vamos analisar os três passos após o início da Teshuvá, que ativam este mecanismo.

PRIMEIRO PASSO: Após a teshuvá ter início é preciso captar luz e absorvê-la a fim de transformar o mal em bem, em razão dos pecados ocorridos no passado (porque o bem prevalece sobre o mal). Embora no início da Teshuvá a pessoa foi beneficiada pela benevolência do Eterno, neste estágio é necessário que ela adquira luz com mérito e isto se dá através das MITZVOT POSITIVAS, praticando aquilo que o ETERNO nos ordenou, pois é a forma correta de captar e ao mesmo tempo absorver LUZ.

SEGUNDO PASSO: Evitar a formação de novas kelipot (cascas de impureza) que impedem a luz de entrar. Isto ocorre através da obediência a Torah, não fazendo aquilo que a Torah proíbe, ou seja, a observância das MITZVOT NEGATIVAS.


TERCEIRO PASSO: Eliminar o mal de camadas das kelipot que não podem ser recicladas em bem. Este é um trabalho da PROVIDÊNCIA DIVINA, que traz sobre nossas vidas sofrimentos que servem de restituição pelos pecados cometidos, eliminando impurezas que não podem ser transformadas em bem. O segredo neste processo é saber passar pelo sofrimento, não permitindo qualquer raiz de amargura ou revolta, mas entendendo que o sofrimento em si tem um propósito que quando cumprido desaparecerá.

Marcos Andrade Abrão

Continue Lendo

Como sermos guiados pelo Eterno?

COMO saber quando o ETERNO está falando com você?

Praticamente todas as pessoas no nosso país se referem a D'us de alguma forma. Às vezes, na verdade, não estão necessariamente em contato com o Eterno, mas buscam uma força superior para ajudá-las. Mas, como sermos de fato guiados pelo ETERNO?

Em Tehilim 95:7 tem uma formula símples: Podemos dizer hoje, segundo o texto, que o ETERNO é nosso D'us e que somos ovelhas do Seu pasto se ESCUTARMOS A SUA VOZ. A segunda pergunta que surge é: Como saber que o ETERNO está falando comigo? A resposta é simples. É preciso treinar o ouvido para isto. Mas como treinar o ouvido para ouvir a voz do ETERNO?

O primeiro passo é estudar tudo o que o ETERNO ditou a Moshe na Torah. Se fizermos isto estamos literalmente dando ouvidos ao ETERNO, e agindo segundo a VONTADE DELE. Na medida em que estudamos a Torah e praticamos as Mitzvot, então despertamos o nosso "cérebro direito", que segundo os sábios, abre uma porta para interagirmos com o mundo espiritual. Em outras palavras, temos acesso ao "espírito de profecia" que nos capacita a ouvir instruções Divinas e receber revelações espirituais.

Mas, é muito perigoso quando alguém diz que recebe revelações ou tem manifestações espirituais, mas não guarda a Torah. A primeira coisa que devemos verificar quando alguém nos concede uma revelação é se esta pessoa estuda e pratica a Torah, caso contrário não é confiável.

De qualquer forma, se você estudar a Torah e praticar as Mitzvot não ficará dependente de ninguém para tomar decisões, pois o ETERNO guiará sua vida pessoalmente. Ele será o Seu Pastor se você ouvir a Voz Dele.






Marcos Andrade Abrão
Continue Lendo

Como acender este Mundo?

Cada Mitzvá que cumprimos conecta um entre milhões de fios que estavam desligados da fonte. Os Tsadikim conectam equipamentos mais sofisticados e o Mashiach conexões que só ele poderá ligar. A cada dia, não importam as circunstâncias, podemos ligar estes fios cumprindo fielmente as Mitzvot. Mas, é preciso estudar a Torah para saber fazer estas conexões da forma correta.

O mundo foi aceso no momento em que foi criado, mas aquela luz Divina se foi. Hoje ela vem a este mundo de 248 maneiras, pelo cumprimento dos mandamentos positivos. Cada alma que se envolve neste trabalho é uma pequena lâmpada que é acesa e na medida em que ajuda outras almas a fazerem o mesmo, pouco a pouco aquela Luz Divina vai chegando a este mundo. O Tsadik ensinou que somos luz neste mundo, e esta luz vem da Torah como lemos no Tehilim (Salmos):
"Ah! Como são por mim amados Teus mandamentos! Eles são continuamente o tema da minha meditação (...) Tua palavra é uma lâmpada para os meus pés e uma luz para o meu caminho" (Tehilim 119: 97, 105)
Faça as orações diárias, ajude as pessoas quando estiver ao seu alcance, estude a Torah e acima de tudo se aproxime do ETERNO. O Tsadik certa vez ensinou que este caminho não era fácil, mas era estreito e apertado, mas aqueles que o seguem é como alguém que encontra uma pedra preciosa de grande valor. Ele também ensinou que a vida eterna consiste em conhecermos o ETERNO e sabermos que Ele é o único D'us verdadeiro.

Se apegue ao ETERNO, busque o conhecimento Dele pelas palavras que Ele ditou (A Torah) e lute de todo o seu coração para cumprir os Seus propósitos Divinos, pois esta é a grande meta desta vida.



Continue Lendo

Chag Shavuot Sameach & Shabat Shalom!

SHAVUOT: Uma data para lembrar entre outras coisas, o casamento do ETERNO com o POVO JUDEU.

A outorga da Torah ao povo judeu, entre outras coisas é a revelação pessoal do ETERNO ao POVO JUDEU, a revelação da ALMA DO ETERNO. A Torah revela o que o Eterno gosta, como Ele é, qual é a Sua vontade, o que Ele não quer, o que O deixa irado e o que Ele aprecia. Sabemos que uma pessoa só revela a sua alma com quem tem interesse de se relacionar. Os sábios do povo judeu explicam que o Eterno ao dar a Torah, estava se revelando para que o povo judeu aprendesse a amá-Lo. As Mitzvot acima de tudo são uma prova de amor do Eterno para o povo judeu, a fim de que se torne Luz para para as nações e atraia outros a este amor. A verdadeira "esposa", Israel, aceitou a Torah, que é a Ketubá, o contrato de casamento, e foi consumada uma aliança eterna entre Kadosh Baruch Hu (o ETERNO) e o Povo Judeu.




Continue Lendo

Reflexões para Viver Melhor

Continue fazendo a VONTADE DO ETERNO, não se desvie nem para a direita, nem para a esquerda. SIGA em frente pois o melhor lugar do mundo é estar justamente no centro da vontade DIVINA.

A vitória no final de uma jornada concede brilho até mesmo para os obstáculos mais severos enfrentados no caminho. Mas, a derrota no final faz com que todo o esforço perca o seu brilho.

A pior coisa que um inimigo perverso pode fazer a você é torna-lo parecido com ele. Então, aja com todos segundo a Torah e não da forma que seus inimigos agem contra você. A providência Divina protegerá você e pedirá contas a eles. E se um dia seu pior inimigo se arrepender de verdade, então o perdoe, pois esta é a maior vitória, transformar ele em uma pessoa que também esteja disposta a viver segundo a Torah. Mas, lembre-se, ninguém é perfeito, e mesmo que uma situação pareça uma injustiça, na verdade tudo tem um propósito Divino e todo o sofrimento uma razão de ser. Isto não anula o fato de existir pessoas culpadas e pessoas inocentes, nos diversos conflitos que ocorrem na vida, mas nos faz entender que mesmo que o culpado seja punido e o inocente liberado da aflição, a aflição em si teve um propósito Divino.

Confie no Eterno e na providência Divina, que é o mecanismo que o Eterno usa para ajustar todas as coisas.

Nossa mente está sujeita a muitos raciocínios, alguns dos quais podem ser bastante prejudiciais e levar a decisões erradas. A única saída para ajustarmos a nossa mente é uni-la de alguma forma à mente do ETERNO. Como fazer isto? Não é uma mágica, mas fruto de um esforço diário. Estude a Torah todos os dias e se esforce para colocar em prática as Mitzvot. Este é o caminho que o ETERNO estabeleceu e não existe outro para nos aproximarmos DELE.

Quando estudamos a Torah e obedecemos as suas instruções, colocando em prática as Mitzvot, então nos tornamos servos do ETERNO. Quando continuamos a estudar a Torah e nossos pensamentos são influenciados pela sabedoria que brota da Torah, então passamos a pensar da forma que o ETERNO pensa. A partir deste momento, a prática da Torah passa a ser parte da nossa nossa própria alma, como se as letras da Torah fossem escritas dentro de nós, Quando isto acontece, então nos tornarmos filhos do ETERNO.

Mas, lembre-se, é preciso um espaço dentro de você para as letras da Torah serem gravadas. Isto implica em sacrifícios e renúncias, a fim de que as Mitzvot se tornem parte do seu ser. Mas não se preocupe, pois o que foi retirado de dentro de você para dar lugar as Mitzvot só estava bloqueando a entrada da luz na sua alma.


3D por Fernando Oliveira

Marcos Andrade Abrão
Continue Lendo

Determinação sem Possibilidade de Desistir

Continue LUTANDO, superando as dificuldades, começando de novo a cada dia - Tenha um tipo de DETERMINAÇÃO que não abre nenhuma possibilidade para desistir.

Sair deste mundo com uma VITÓRIA, ou seja, tendo uma vida que realmente fez sentido e que cumpriu o propósito Divino exige uma espiritualidade VERDADEIRA. Sair deste mundo e alcançar o mundo vindouro é uma vitória que exigirá uma determinação total do seu ser.

Nós que aprendemos uma salvação fácil e simples no passado, como se tudo fosse um toque de mágica, acordamos para a realidade de que aquela espiritualidade era falsa. O caminho de fato é muito estreito e apertado como ensinou o Tsadik, e o reino de D'us é tomado a força como ele disse. Nem mesmo um pequeno traço de uma letra hebraica será omitida da Torah, e não adianta fazer declarações de fé sem de fato fazer a vontade do ETERNO, a qual foi ditada por ELE mesmo no Monte Sinai e anunciada por Moshê a milhões de testemunhas do povo judeu.

Vencer nossas deficiências, superar situações difíceis que a vida apresenta, e continuar a cada dia cumprindo as Mitzvot sem nunca desistir, é uma meta que todos nós precisamos ter. Tem muitas pessoas neste mundo que dão sua vida por dinheiro, por poder ou por fama, a fim de encontrar alguma luz, sem saber que estão desperdiçando suas vidas.

Mas, nós que fomos iluminados pela Torah, entendemos o caminho que devemos seguir e precisamos superar todas as dificuldades para alcança-lo. Esta grande vitória ocorre cada dia e é desta maneira que chegaremos ao final. Um dia de cada vez.

A vitória no final de uma jornada concede brilho até para os obstáculos mais severos enfrentados no caminho. Mas, a derrota no final faz com que todo o esforço perca o seu brilho. Então, que cada um se esforce ao máximo para estudar e praticar a Torah a cada dia, a se auto superar e continuar sempre lutando, pois a recompensa é extremamente maior do que qualquer esforço.
Continue Lendo

Lag Baomer - 33º Dia da Contagem do Omer

Lembrando a data do falecimento do Rabi Shimon Bar Yochai e o dia quando cessou a "peste" que havia atingido os alunos do Rabi Akiva.

O Santo Zohar, junto com o Talmud, são fundamentais, essenciais e indispensáveis para entendermos a TORAH. O Talmud nos ensinará como aplicar os preceitos da forma correta e nos ensinará a "pensar de forma correta" para descobrirmos as revelações da Torah. O Zohar revela os segredos da Torah.

Isto nos leva a algo muito importante. Este mundo e o ser humano, por incrível que pareça, são o grande objetivo da criação. As estruturas espirituais e os conectores, sejam configurações espirituais ou seres celestiais, trabalham para fornecer a este mundo e ao ser humano os recursos necessários para o Tikun Olam, o concerto dos mundos.

A Torah é o manual que revela tudo o que é necessário para este concerto. O povo judeu é como o "fio terra" que recebe a luz que vem dos conectores. Os Tsadikim (justos) do povo judeu são a coroa do povo e o Mashiach a coroa dos Tsadikim. Cada pessoa das nações que se convertem ao Judaísmo ou se tornam Bnei Noach cooperam ativamente neste processo. Para que haja redenção é preciso que a nação de Israel esteja reunida nas terras de Israel cumprindo a função sacerdotal, que o Templo seja reconstruído, pois é um transformador que recebe luz de cima e distribui para este mundo, e o Mashiach precisa estar presente, pois guiará todo este processo como rei de Israel e ensinará os segredos ainda não revelados da Torah.

Continue Lendo

Fundamentos da Verdade

A Torah escrita revela o ETERNO e a Vontade DELE!

A Torah Oral revela como colocar em prática a Vontade Dele e os caminhos para conhece-Lo, os quais foram codificados na Torah escrita.

O Zohar revela os segredos da Torah escrita, para entendermos como tudo foi criado e o propósito fundamental da vida.

Por isto devemos estar atentos ao ensinamento da Torah, e considerar os seus escritos como o referencial para o caminho da VERDADE.

"Aquele que desvia os ouvidos do ensino da Torah, até as suas orações se tornarão abomináveis".
 Mishlei (Provérbios) 28:9



Continue Lendo

Yirat Shamayim (Temor ao Céus)

Dar ATENÇÃO a algo é colocar no CORAÇÃO, absorver o que está sendo DITO ou LIDO!

Absorver o Propósito Divino que o Eterno transmite através da Torah exige Yirat Shamayim (Temor ao Céus), que é o mesmo do que Temer ao ETERNO. A Espiritualidade que trás a correção aos mundos e leva em direção a era Messiânica é revelada na Torah. Mas, para ABSORVER isto é preciso uma atitude ativa seguida por uma ação efetiva. Simat Lev, é dar atenção as instruções da Torah, colocá-las dentro do nosso coração, absorve-las. Quando isto acontece a força para agir virá, junto com inspiração e vontade de praticar as Mitzvot.

Por outro lado, ou poderíamos também dizer, motivado pelo "outro lado", a espiritualidade de "Tohu Vavohu" (vazio e sem forma) pode ser adquirida facilmente, pois exige apenas "fé" e "luz sem mérito". Porém, não é efetiva para a correção dos mundo e não cumpre os propósitos Divinos.

Coloque as palavras da Torah dentro do seu coração, medite nelas e tem prazer nelas, pois são as próprias palavras do ETERNO, que acima de tudo revelam o Seu propósito Divino e de maneira muito profunda quem ELE é.

Marcos Andrade Abrão


Arte 3D de Fernando Oliveira

Continue Lendo

O que é ser santo?

Qual é a Essência da frase: "sejam santos por que Eu Sou Santo".

Em que consiste este convite do ETERNO?

O Eterno está convidando a todos nós para termos algo que Ele tem. Pode parecer um pouco surpreendente, mas ser santo nada tem a ver com dor e sofrimento, mas com deleite. Ser santo é estar imerso em Luz e sentindo felicidade indescritível.

Mas, onde entra a dor e o sofrimento que está presente na vida de todos neste mundo? Caso você tenha algo no seu corpo que esteja causando muita dor, às vezes a única solução para resolver isto é um processo cirúrgico, que inevitavelmente também causará dor, mas livrará você do problema e do sofrimento. Assim também ocorre com a nossa alma. Pela transgressão das Mitzvot, podem se formar Kelipot, cascas de impureza, que impedem a Luz de entrar. Nestes casos estas kelipot precisam ser quebradas e retiradas. Aí entra a dor, para tirar as barreiras que estão impedindo a Luz de entrar. Mas, logo que a luz entra, então vem o deleite, a felicidade e a alegria.


Isto é ser santo, ser santo é estar em um estado profundo de felicidade. Estudar e praticar a Torah atrai a Luz Divina, e evitar o que a Torah proíbe nos livra da formação de Kelipot. Mas, pela benevolência Divina, o Eterno também colocou na Torah os métodos para quebrar as kelipot.

Ser santo é ser feliz!

Continue Lendo