Início

Comentário da Parashá Beshalach - Quem são os Amalequitas?

Quem são os AMALEQUITAS? O sentido físico e espiritual.
Comentário acerca da PARASHÁ BESHALACH.

Focando em um aspecto específico acerca dos AMALEQUITAS, gostaria de ressaltar a ação deles, a fim de que TODOS estejam atentos e não caiam em suas armadilhas, que podem afastá-los de um serviço aceitável ao Eterno. Porém, precisamos primeiro entender quem são as vítimas. Os amalequitas atacavam as pessoas que ficavam para trás, já cansadas da jornada e que tinham diminuído o ritmo da caminhada. O objetivo dos amalequitas era simplesmente destruir estas pessoas. Observe que quando Israel finalmente resolve lutar contra eles a guerra ocorre em duas dimensões, fisicamente com um exército liderado por Josué, e espiritualmente com a intercessão feita por Moisés, indicando de forma clara que por trás dos amalequitas existiam também forças espirituais malignas. 


A ação física está clara no texto, mas a ação espiritual, segundo nossos sábios, está ligada a dúvida e esfriamento do serviço ao Eterno. Existe uma equivalência numérica (guemátria) entre Amalek e a palavra Safek, que significa "dúvida". A ação dos amalequitas, na dimensão espiritual, é colocar dúvida na mente das pessoas para que elas venham a literalmente esfriarem no que se refere ao serviço ao Eterno. Então todos que se libertaram das teses do sistema religioso romano e vieram a se aproximar do Eterno com muita sinceridade e dedicação, passando a cumprir a Torah de uma forma excelente se dediquem cada vez mais, e estejam atentos a qualquer ataque desta natureza. O nosso maior inimigo é o yetser hará, a inclinação para o mal, porém existem também forças físicas e espirituais externas que colaboram com este espírito de Amalek. O Mashiach Ieshua abriu uma porta para que todos nós nos convertêssemos de todo o coração ao ETERNO, e também para praticarmos a Torá de forma sincera e dedicada. Devemos estar sempre agradecidos por esta bênção tão grande que transformou nossas vidas em instrumentos para o cumprimento dos propósitos Divinos.